fbpx

“Movimento Responsabilidade de Peso” em destaque

image_pdfimage_print

 

A Frente Parlamentar da Indústria da Construção e da Mineração – FPIC, o Departamento da Indústria da Construção e Mineração – Deconcic / Fiesp, o Departamento de Estradas de Rodagem – DER, a Polícia Rodoviária do Estado de São Paulo e representantes das entidades Anepac, Sindareia, Sindipedras e Sinicesp, falaram sobre ações e projetos do “Movimento Responsabilidade de Peso” durante reunião realizada na sede da Fiesp, nesta quinta-feira, 12 de dezembro.

 

As rodovias são o principal modal logístico para o escoamento de tudo que o estado de São Paulo produz. Para continuar cumprindo esse papel de forma eficiente e segura, elas precisam estar em condições adequadas. E isso envolve, também, combater a sobrecarga, e o “Movimento Responsabilidade de Peso” procura debater e propor soluções para evitar os problemas causados pelo excesso de carga no transporte rodoviário.

O deputado Itamar Borges, presidente da FPIC, lembrou que além dos benefícios diretos que o programa proporciona, tais como redução dos riscos de acidentes, durabilidade e qualidade dos pavimentos e combate à informalidade, que garante competitividade isonômica aos produtores, o “Movimento Responsabilidade de Peso” também fomenta e viabiliza a utilização do modal ferroviário para transporte de cargas a granel em média distância.

 

Luiz Eulálio, vice-presidente do Sindipedras e diretor titular adjunto do Deconcic; os diretores Antero Saraiva e Daniel Debiazzi; a coordenadora geral de operações, Vânia Torquato; o presidente da Anepac, Fernando Valverde; o diretor executivo da Anepac, Marcelo Sampaio, técnicos e representantes do setor, falaram ainda sobre a modernização das rodovias e outras iniciativas que buscam controlar o excesso de carga no transporte rodoviário.

 

Desde o início da ação, o grupo realiza reuniões e debates com representantes do setor, o DER, Artesp, Secretaria de Logística e Transporte, CET, Polícia Rodoviária e Metropolitana, CPtrans, entre outros órgãos, em busca de melhorias constantes. Desses  encontros, nasceu um projeto que engloba sistemas de controle de peso, identificação, rastreamento e autenticação de mercadorias.

 

Compartilhar