fbpx

Programa de Regularização Ambiental (PRA) e Cadastro Ambiental Rural (CAR) – Só benefícios para o proprietário e o produtor!

image_pdfimage_print

 

 

            Ação da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo vai criar uma onda positiva que beneficiará toda cadeia.

 

Na noite de terça-feira, dia 14, na sede da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, o secretário Itamar Borges e o secretário-executivo Francisco Matturro receberam os representantes do Grupo IMAGEM e do Serviço Florestal Brasileiro (SFB). Vários técnicos, da própria secretaria, também estiveram presentes.

Com parte das pessoas presencial, respeitando o distanciamento social, e outra parte on-line, o assunto tema da reunião, de aproximadamente 1h30, foi o PROGRAMA DE REGULARIZAÇÃO AMBIENTAL, o PRA e o CADASTRO AMBIENTAL RURAL, o CAR.

Ainda neste mês, como já anunciado pelo secretário Itamar Borges e pelo Governo do Estado de São Paulo, o programa será lançado e pretende atingir, através do Cadastro Ambiental Rural – CAR, todas as propriedades do estado de São Paulo.

O Grupo IMAGEM, por intermédio do seu Diretor, Samuel Zetta, fez a apresentação técnica de como o sistema vai se desenvolver. Utilizando-se de fotos de satélite e inteligência de sobreposição de imagens, o CAR vai apontar dados minuciosos sobre cada propriedade rural do estado de São Paulo.

A Universidade Federal de Lavras faz parte dos trabalhos e vai colaborar com o projeto em tela.

 

 

O Governo Federal, por sua vez, representado, on-line, pelos diretores do SFB, João Francisco Adrien Fernandes e Pedro Alves Correa Neto, mostrou-se absolutamente disposto a colaborar no que São Paulo precisar. Pedro A. C. Neto destacou que, com a implantação definitiva do PRA e do CAR, São Paulo sai na frente na consolidação de dados muito importantes para o Governo e o produtor rural.

O benefício do PRA e do CAR para o produtor e proprietário rural é inestimável, como lembrou o próprio Secretário Itamar Borges; “…com celeridade no processo, que é o que estamos fazendo, e com o cadastro regularizado, o proprietário terá direito a inúmeras facilidades, como acesso ao crédito, muito importante nestes momentos difíceis da nossa economia, como também poderá, além de todos os benefícios, ter o imóvel regularizado perante o cartório de Registros. E não é só isso, poderá exibir a toda cadeia pós-produção (indústria e comércio) que é devidamente regularizado, respeitando os preceitos do artigo 68 do Código Florestal Brasileiro (CFB). Poderá exportar seus produtos certificado pela mais moderna legislação existente. E mais, ganha reconhecimento do Poder Público, e aí pode planejar, com certeza de 100%, seu projeto de regularização ambiental (quando necessário), fora os benefícios para a sociedade em geral do ponto de vista ambiental” completou.

Importante que todos se adequem e adiram ao PRA e ao CAR, que os programas cheguem “à ponta”, ao dono da propriedade rural, já que, após todos os levantamentos, é o proprietário quem dará a autorização para que os dados coletados sejam integrados ao sistema. Para isso, uma extensa campanha de marketing será desenvolvida pela Secretaria de Agricultura, junto com a SECOM, para que os detalhes sejam apresentados.

Sempre importante lembrar que em novembro, o Governador João Dória estará na COP 26, em Glasgow, Escócia, e levará ao mundo, entre outras propostas, estas ações do ousado programa paulista de regularização ambiental, o PRA.

Para mais informações, acesse outras notícias aqui em nosso site;

www.agricultura.sp.gov.br

Assessoria de Imprensa

SAA

 

 

Compartilhar